O monumento ao Bom Pastor, foi construido no ano de 1969, por António Luís e sua esposa Candida da Soledade.

A festa em honra do Bom Pastor surge por iniciativa e fé de um paroquiano Almofalense, de seu nome António Luís, emigrado na Alemanha com a sua família.

É ele que manda erguer o monumento, como hoje o conhecemos, em honra do Bom Pastor para o proteger a ele e a todos os emigrantes da pequena aldeia de Almofala.

Na altura, o terreno onde este se encontra situado , foi cedido pela junta de freguesia, encarregando-se o Sr. António Luís de realizar todas as obras necessárias, bem como da organização da festa, que começou por fazer sozinho, anualmente, no primeiro domingo de agosto.

Durante os primeiros anos, era ele sozinho que orgazava a festa, assumindo e suportando os custos da mesma.

Mais tarde começou a nomear mordomos para que o ajudassem, criando assim uma Comissão de Festas, onde os mordomos são nomeados anualmente para a realização da mesma.

Construído em memória dos nossos emigrantes, o monumento do Bom Pastor simboliza o sacrificio e a fé de todos os que tiveram de rumar a novas paragens por mundo fora, regressando à sua terra, à sua Almofala, sempre nesta altura.

©Catarina Silva

Pagela comemorativa 50 anos Bom Pastor
1969 – 2019 comemoração dos 50 anos

Neste ano de 2019, festejamos os 50 anos da festa em honra do Bom Pastor, com a saída da procissão da igreja em direção ao monumento, onde foi celebrada a Eucarístia pelo Reverendo Padre José Alfredo Patrício e com a participação de muitos Almofalenses. No final da Eucarístia, a procissão recolheu à igreja.

A junta de freguesia realisou vários trabalhos de melhoramentos no monumento e area circundante, e colocou uma estela comemorativa.